domingo, 23 de junho de 2013

Será que realmente o Brasil acordou?

                        

Ouviu-se deste povo heróico um brado retumbante, só que dessa vez não partiu apenas das margens plácidas do Ipiranga e sim de todos os recantos do país e ecoou por todo o mundo. Era o clamor de uma nação insatisfeita com seus representantes corruptos ou omissos, representantes de seus próprios interesses ou defensor dos anseios de seus familiares e comparsas, foi o grito da vergonha de ter escolhido de forma tão certa, as pessoas erradas.

Com o grito de “oh o Brasil acordou” São Paulo saiu às ruas protestando contra o aumento do preço das passagens do transporte público, logo se juntaram a eles o Rio de Janeiro e outras capitais também protestando não só contra os preços, mas também contra a má qualidade do serviço oferecido, a má qualidade dos políticos, a corrupção e uma variedade de queixas. Em um primeiro momento as autoridades reagiram atônitas, com intransigência e principalmente com violência, declarações de que não haveria redução de preços, repressão violenta da polícia, parecia que estávamos revivendo a ditadura, policiais marchando por cima de manifestantes sentados no asfalto, bombas de gás lacrimogêneo, balas de borracha e a cavalaria perseguindo manifestantes, a diferença nas imagens era apenas na qualidade, porque as da década de sessenta eram em preto e branco e as de agora em HD.

As redes sociais foram as ferramentas usadas para unir essas pessoas de uma forma que abrangeu todo o país, a mídia divulgou amplamente e os políticos perceberam que não estavam mais no tempo da ditadura, que a censura não mais funcionaria e logo mudaram o discurso, mas já era tarde, o povo já havia acordado e uma nação saiu às ruas e junto com eles pessoas mal intencionadas promovendo vandalismos e pondo em risco todo um lindo e legitimo movimento democrático.

“E verás que um filho teu não foge á luta”, essa frase extraída do nosso hino nacional mostra a força e a coragem desse povo que não teme lutar por seus direitos, não tenho dúvidas de que sairemos com algum resultado positivo de toda essa mobilização social, porém o meu desejo é que fique em nossas mentes a decepção, a desilusão e a revolta pela traição dos políticos que causaram tudo isso só assim na hora do voto nós pensaremos duas vezes antes de votarmos neles outra vez, que não esqueçamos essa lição e nos formemos eleitores conscientes.
                                                                      Roberto de Jesus


Comentem o texto, vamos discutir esse país!


7 comentários:

  1. ano que vem tem eleição, será que o brasil acordou,ou vamos ver tudo de novo,o povo com um fanatismo que passa dos limites,uns de vermelho outros de azul, todos hipnotizados como sempre, parecendo um monte de zumbi furiosos, e ai valeu apena tantas lutas?

    ResponderExcluir
  2. Um bom texto, porém, deve-se estar atento quando se usa o fato em falar que nada mudou. No seu segundo parágrafo, você pode estar cometendo um grande erro a mídia pode não ser calada porém ela fala o que quer. A mídia notavelmente implantou a ideia de "vandalos + manifestantes" todos eles fazem partes de um só povo, o ponto eh que reagem de formas distintas às intervenções feitas AGRESSIVAMENTE pela policia. Tenha um grande cuidado com toda informação obtida nesse período, pois a mídia nesses novos tempos têm sido a principal arma do Governo, com o intuito de confundir e dispersar o movimento. Se a mídia permanecesse calada seria bem melhor, já que não temos uma mídia livre no Brasil. Se você puder ler textos de jornais de outros países verá que lá estão escritos de forma simples, sucinta e objetiva sobre o ocorrido, não com teorias conspiratórias e com finalidade de confundir e não informar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo (a), mesmo tendenciosa como você diz, a mídia não pode calar, pois nós temos a capacidade de raciocínio e podemos julgar o que é verdadeiro e o que não é, o que eu vi foram pessoas marchando pacificamente, mas também vi pessoas promovendo quebra quebra e saques, e a isso eu chamo de vandalismo e banditismo.
      Se a "mídia tendenciosa" não mostrar, quem vai?

      Excluir
  3. A cada dia melhor,assunto de interesse geral.


    Dhemma Bezerra

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo blog.

    Veríssimo

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, diga se gostou, se lhe foi útil ou em que posso melhorar.