domingo, 16 de junho de 2013

EDUCAÇÃO EM CARUARU, O QUE ACONTECEU?

O artigo 205 da constituição brasileira diz que, A educação é direito de todos e dever do Estado e da família, o 206, diz ainda que o ensino será ministrado em igualdade de condições para o acesso e permanência na escola, (entenda-se Estado como organização política e social, dirigida por um governo soberano eleito democraticamente e tendo como guia a constituição). Pensando no que diz a constituição e observando o que acontece nas escolas da rede municipal em Caruaru, parece-me que a constituição não é levada tão a sério no que diz respeito a qualidade do que é ensinado e a qualidade da estrutura física usada para tal finalidade. Discutiremos hoje a estrutura usada para acolher nossas crianças.

Nesses últimos tempos, tenho conversado com muitas mães que tem filhos matriculados na rede municipal, com as próprias crianças e com alguns amigos que trabalham na rede, o que eu colhi me deixou bastante preocupado, para começar, neste ano as crianças não receberam o material básico para usarem em sala de aula, e quando o receberam foi apenas uma parte dele, ou seja, dos cinco livros didáticos necessários do primeiro ao quito ano, apenas dois foram distribuídos para a grande maioria das crianças, o de português e o de matemática, sem citar aqui os outros materiais que vinham sendo distribuídos e que agora não são mais como, por exemplo, caderno, lápis, as bolsas e o fardamento, já que os alunos da rede, a grande maioria vive em vulnerabilidade social e por esse motivo as crianças quando não usam as fardas desbotadas dos anos anteriores, vão às aulas de sandálias e com suas roupinhas compradas com muito sacrifício.
Quanto a estrutura física e a parte assistencial, o prédio da escola, as bancas, a merenda, o leite que era distribuído, e o transporte que era usado pelas crianças, está decadente quando não extinto. O programa do leite foi extinto neste ano, e nenhuma criança mais o recebe, quanto a merenda, foi a qualidade e a quantidade que, segundo as mães caiu e muito, nos anos anteriores a merenda oferecida era de excelente qualidade e em quantidade suficiente para todas as crianças, hoje, em algumas escolas conforme relato das mães, o que é oferecido é de baixa qualidade e em qualidade insuficiente reclama a mãe. Os prédios onde funcionam as escolas, por fora são todos pintadinhos, bonitinhos, de vermelho e branco, parece até que a rede municipal é toda alvirrubra, porém por dentro além de as paredes estarem com rachaduras e caindo o reboco, em algumas a pintura ainda é a mesma do tempo do ex-prefeito Tony Gel, sem mencionar o prédio da escola de tempo integral que foi entregue em 2012 e já há relatos de rachaduras nas paredes, e em alguns lugares do prédio o piso está cedendo.

Durante a campanha de reeleição, lembro-me bem que o então candidato à reeleição e hoje prefeito reeleito, falava com orgulho do ensino na rede municipal, do que ele havia realizado e da promessa que continuaria com o trabalho e o ampliaria, devo confessar que votei nele por esse motivo, porque acho que a educação é a chave que abre todas as portas e todo investimento nela é válido pela sua importância, porém depois de reeleito o nosso prefeito parece ter esquecido as suas promessas e seu dever como gestor público, de promover da melhor forma possível o acesso e a permanência da criança na escola, ou será que não esqueceu?...

                                                                          Roberto de Jesus

Se você como eu também se importa, use o espaço para comentar, questionar ou sugerir, comente!

2 comentários:

Deixe seu comentário, diga se gostou, se lhe foi útil ou em que posso melhorar.